quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Passada a Serra do Alvão aproxima-se uma das zonas mais emblemáticas do país, a descida às curvas entre socalcos e vinhas, para o Peso da Régua onde a N2 atravessa a antiga ponte sobre o Rio Douro.
Na impossibilidade de parar nesse troço de estrada estreita e sinuosa, recorri à memória para fazer o desenho.

7 comentários:

Filipe LF disse...

Extraordinário! A fazer juz à paisagem que retrata.
Abraço

hfm disse...

E que bela memória!

annie hall disse...

Lindo desenho e as várias camadas, se assim se pode chamar, de aguarela estão um mimo .Muito bonito mesmo , cheio de luz e prespectiva .

Baleia disse...

Lindo!!

bjnhs

H.Vogado disse...

A paisagem do Douro é linda. A aguarela transmite essa ideia.

annie hall disse...

Cinco dias sem desenho:(
Um Santo Natal .

Marie disse...

Fartaram-se de dizer bem dos seus desenhos e eu resolvi dar-lhes uma vista de olhos, são tudo o que dizem e muito mais.
Cada um tem a sua magia mas tinha de escolher um para deixar comentário e este chamou-me especialmente a atenção.
Tenho uma queda para paisagens com estradas curvas não sei porquê, e é impossível não adorar uma "Pão de Forma".
Obrigada pela inspiração!


Aluna do 1º ano de DC da FBAUL