quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Os caminhos que fariam a união das várias regiões do País de norte a sul, pelo seu eixo equidistante entre a fronteira e o mar, terão sido pensados e concretizados durante a segunda metade do séc XIX por Fontes Pereira de Melo, e no século seguinte durante a década de 30 já na era do automóvel pavimentados durante as grandes campanhas de obras públicas realizadas enquanto o Engenheiro Duarte Pacheco foi ministro. Assim foi feita a Nacional 2, estrada com alguma aura mítica talvez por isso mesmo e por ligar Trás-os-Montes ao Algarve. Por ela temos a sensação de voltar a um Portugal imenso, a noção real da riqueza da diversidade paisagística e uma verdadeira sensação de travessia mesmo num país tão pequeno. A N2 poderia ser agora uma rota turística para uma semana de férias, mas não é!

3 comentários:

annie hall disse...

Sim senhor , agora que acabou mesmo este diario de viagem que nos fez descobrir pelos seus fantasticos desenhos a N2 ,tenho de deixar aqui o meu obrigado pelo passeio .
Bom ano de 2010 e muitos passeios na sua nave .
Uma festa ao Buggy :)

miss gija disse...

um dia faço esta estrada =)

Zé António disse...

Olá!
A minha mulher mostrou-me este blog em NOV passado e desde então visito-o regularmente. Os seus belos desenhos despertaram-me não só o interesse pelo desenho mas também a vontade de fazer esta viagem um dia. Confesso que nem sabia da existência desta estrada... E a ideia de fazer um livro também me parece mais que lógica, quase obrigatória!
Um admirador seu do Luxemburgo,
Zé António