quinta-feira, 21 de maio de 2009

O desfasamento temporal das minhas "postagens" são de tal modo que o Cais das Colunas que tinha regressado ao Terreiro do Paço no dia que fiz este desenho já não estão lá outra vez! Devem ser um estorvo às obras, e como as obras ali nunca param por muito tempo temos sempre assegurado este vai e vai do Cais das Colunas.

7 comentários:

hfm disse...

Como uma ficção!

Pedro disse...

Esperemos que depois do "vai" haja de facto um "vem" em condições!

Alyne disse...

De alguma forma,começo a associá-las ao D.Sebastão :)

Filipe LF disse...

"Ah, todo o cais é uma saudade de pedra!"
Afirma Pessoa.

josé louro disse...

Excelente o desenho e os comentários ao mesmo. Uma festa este blog!

João Catarino disse...

Obrigado.
Como diz o Louro neste cais das colunas, é maré cheia de belos comentários!

Rosa Baptista disse...

lindíssimo... este desenho é o nosso "fado" em todos os aspectos, até na solidão do homem que olha para as águas do Tejo... poesia :)