segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Belver a não perder!
Há terras que vão ficando no mapa sem se dar por elas, mas quando se dá, são de repetir. Voltei lá no calor dos feriados de Junho.

Um comentário:

AG disse...

vê-se bem o suspirar de paixão cada vez, que pegas num riscador...