quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Mais de um ano depois da última vez, voltei ao Palmeira, casa cheia, havia gente da copa a dar uma mãozinha às mesas, empregados com 50 anos de casa movem-se com a energia do primeiro dia, a receita não muda, a casa parece resistir a todas as modernices gastronómicas, o empregado gerente veterano pisca o olho ao desenho, fala de autênticas obras de arte deixadas em toalhas de mesa por artistas conceituados do mundo inteiro, não tenho dinheiro, não há multibanco, saio para levantar, confiam que volte.
"É uma casa portuguesa com certeza"

8 comentários:

Richard Câmara disse...

Porra Homem, tu não paras!

Deixei de vir a blog há menos de uma semana e pela quantidade de desenhos que entretanto colocaste parece que estive fora um mês!?!

Estes teus desenhos com linha e mancha negras são muito apetitosos :) Quase tanto como a ementa do Palmeira :D

Espero que estejam todos no mesmo diário gráfico para serem vistos todos juntos na mesma refeição...

Abraço

hfm disse...

E esta sala é um protento - coluna, ferro forjado... e as indispensáveis mesas tipo pensão de família...

Pedro disse...

Óptimo desenho e +optima história.

Alyne disse...

Bom ambiente, respira o barulho bom das conversas cruzadas. Dá vontade.

Abraço

ze bird disse...

temos de combinar um almoço.

ze bird disse...

temos de combinar um almoço.

ze bird disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zamotanaiv disse...

boa tou batido na palmeira! já me colei srs professores