sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Desci do castelo à baixa com o intuito de parar na primeira
toalha de papel que tivesse escrito "jaquinzinhos".
Assim foi, sem olhar dei por mim numa tasca que pensava já nem existir, pelos vistos a A.S.A.E. também não.
O pé direito obrigava a andar curvado, o gerente ganhou uma corcunda adaptada ao meio, escorria gordura pelas paredes, cheirava a creolina e o exaustor ensurdecedor fazia parecer estar na casa das máquinas de um petroleiro, mesmo assim não virei costas à ideia dos "jaquinzinhos".
Estavam como não poderia deixar de ser incomestíveis, mas bons para serem desenhados.
Um prato do dia intragável que se revela num desenho do dia somente fraquinho!

4 comentários:

ze bird disse...

realmente esses jaquinzinhos parecem um bocado oleósos... talvez o bacalhau à lagareiro tivesse sido melhor escolhido.

Rosa disse...

heheh joão, como estás? pois, já não te deves lembrar de mim, fui tua aluna na arco, em desenho, encontrámo-nos algumas vezes à porta da fbaul, onde ainda estudo, e outras nos caminhos para onde as ondas nos levaram. Sou a Rosa.. esquece lá isso, o que importa é que finalmente comecei a ter aulas de ilustração, como haviamos falado, não no ciam mas na fbaul, talvez consiga fazer um ou outro workshop vosso antes de ir para os açores viver, de qualquer forma já comecei! passa nos meus blogs um dia deste e diz qualquer coisa, tenho 4 mas apenas 2 são mais virados para a ilustração, terás acesso a partir do principal: www.took-off.blogspot.com

J.CASTRO.PEREIRA disse...

venho regularmente ao teu blog, conheci o teu trabalho quando vi umas ilustrações feitas nas maldivas em lohis, pois tiveste la com alguns primos meus.Quase que logo a seguir, saiu uma ilustração tua na soup.

Gosto imenso do teu trabalho, invejo a qualidade e a expressão do teu traço.

Parabens

João Catarino disse...

Obrigado J.Castro essa viagem foi alucinante abraço