domingo, 11 de dezembro de 2011

E se fosse-mos um país virado para fora? E se tivesse-mos iniciativa? E se soubesse-mos vender? E se fosse-mos empreendedores? E se acreditasse-mos que temos coisas boas? E se o pão com chourisso, o caldo verde e o arroz doce da Avenida 24 de Julho saísse da borda do Tejo e desaguasse para os quatro cantos do mundo?

5 comentários:

Fred Barreto disse...

Se cá nevasse...

annie hall disse...

:)Não era Portugal:)

Magic Moments disse...

E que fast food saudável, não é?
Comessem os americanos assim, e não ficavam tão "gordinhos" :)

Abraço!
Nuno & Carla

PeF disse...

O Povo continua vigilante - só para que saiba. O Povo sabe por onde andou - e não esquece...

gargas disse...

Que venha o fast food pois os tugas estão com fome e duvido que engordem pela comida pois muitos estão a engordar pela fome! O que alimenta-me mesmo é a arte e o equilíbrio deste artista, o "moço" alimenta a esperança de dias melhores com imagens de felicidade vividas em outros momentos e não esquecidas, saber reportá-las é arte nos dias que correm.