quinta-feira, 30 de julho de 2009

Enquanto espero que o assento vage, assisto aos preparativos para a chegada de mais um cliente. A escova passa apressada pela bancada e pelo trono, acredito que qualquer homem que ali se sente, sente-se de facto como um rei!
As cadeiras são enormes, quando subimos para elas o ego sobe também, os pés descansam num enorme estribo tal como numa "Harley" com selim de couro e tudo!
Pelo jogo de espelhos o senhor Magalhães controla se tudo está operacional.
É ele que a seguir me vai cortar o cabelo.

7 comentários:

Elias Gato disse...

Aqueles momentos que distingue um superportuguês, dum português apenas

:)


Belos desenhos

Pintarriscos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pintarriscos disse...

Um desenho barroco para um espaço barroco, como só as barbearias portuguesas o sabem ser. Infelizmente, já há poucas, substituídas que foram pelos espaços minimalistas e clinicos do design.
Na verdade, um pouco de "maximalismo" faz-nos bem à alma e ao coração.

Sei que aos poucos vou-me tornando repetitivo... mas desenho está um espectáculo.

Paulo Galindro

Álex disse...

o meu pai tem 3 destas na sala!!! grandes, brancas e metalizadas

helena disse...

Parabéns pelo talento!

annie hall disse...

Este desenho faz lembrar Norman Rockwell

Miguel disse...

um barbeiro tradicional...gosto destes desenhos sao bastante intressantes