domingo, 30 de março de 2008

Fica no Cais do Sodré mas quando se passa a porta entramos num ambiente "tipo Porto". Tem ar nortenho, os talheres mal se ouvem, mármore até meia parede, toalha de pano, madeira maciça nas mesas onde se sentam arquitectos de camursa, bombasine, cutoveleiras e cabelo grisalho um verdadeiro oásis na zona.

Um comentário:

e.s. disse...

Ando já há uns tempos para voltar lá. Era o restaurante preferido do meu pai.