quarta-feira, 18 de maio de 2011

Quem vem aqui com alguma regularidade sabe que "posto" isto
de fio a pavio, respeitando a ordem dos cadernos de trás para a frente, de forma a que, quando se faz a apresentação de um novo livro, este seja visto de acordo com a sequência normal do seu folhear.
Posto isto, antes das "postagens" africanas há ainda muito das rotinas quotidianas para desfilar.
Um dia quando África ficar mais longe das minhas memórias, aqui será a forma de a voltar a viver novamente bem por perto, no conforto e em segurança, longe dos olhares temíveis dos hipopótamos e dos crocodilos.

6 comentários:

PeF disse...

Sim, mas o povo (repara como cobardemente se usa o termo para projetar desejos pessoais) é impaciente! O povo (repara como a projeção continua, agora respaldada no inqualificável numérico que é o povo, essa massa informe!) tem o direito de saber (e repara ainda como o povo - pronto, eu! - se arroga no direito exigir coisas às quais não tem direito absolutamente nenhum).

O povo tem muita lata - essa é que é essa.

Mas (diz-se) o povo é sereno. Portanto o povo esperará disfarçando como pode a impaciência, e montando vigília ao blog.

O povo voltará...

Tiago Cruz disse...

Quanto mais ouço falar nessa viagem pelo continente africano, mais curioso fico…! Aguardo (im)pacientemente…

Fred Barreto disse...

Deixa ver se percebi... não vai haver nada africano tão cedo?!?
Ó Senhor Catarino, isso não se faz. Então deixa um post a dizer que vai desenhar para África, a malta fica impaciente à espera dos resultados e depois diz que ai e tal é cedo?!?!?
Isso não se faz.

Baleia disse...

Olá amigo...
aposto q adoravas ter uma tenda de campismo igual à da foto q acabei de por no blog...
:)

Bjnhs!!

jorgemana disse...

Olá João,

Também estou cheia de curiosodade para ver os desenhos e os relatos do continente africano.

Até breve

Carminho

Teka disse...

João!
Queremos os hipopótamos, os cheiros e as cores africanas e tudo e tudo...
Enfim esperarei pacientemente!
Um abraço
Teresa Diniz