quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Andam para aí sempre a dizer mal de isto e daquilo, mas esquecem-se quando se sentam à mesa qual é a nossa verdadeira riqueza, que mete a um canto qualquer produto estrangeiro interno bruto chorudo. Riqueza riqueza, é porta sim porta sim, poder sentar à mesa em cantinhos bem apertados onde encaixa sempre mais um, mais uma toalhinha de papel texturado que com o passar da mão se estica e logo vêm as azeitonas e o jarrinho.
Sai o prato do dia, há mais um jarrinho para aqui outro para ali, no fim já se sai quentinho, já se fizeram amigos do acaso que se sentaram à mesa com a gente. Bacalhau com grão, pão e azeitonas, tudo dá 7 euros escritos a bic sobre a toalha, vá lá 7,5 ou 8 se o café levar um cheirinho ou o jarrinho precisar de diluente como pediu o amigo da frente.

3 comentários:

LigeiramenteCanhoto disse...

Fantástico.
É que é isso mesmo!
Abraço,
Rodrigo

(ligeiramentecanhoto.com)

AG disse...

e assim se fala em português, sobre a mesa.

~

josé louro disse...

apoiado!