quinta-feira, 13 de dezembro de 2007


Já não restam muitos exemplares desta espécie outrora tão abundante no nosso território, desapareceram completamente dos grandes centros urbanos, mas ainda se conseguem avistar em núcleos urbanos de baixa densidade, tanto no interior como no litoral. É costume deixarem um rasto de fumo azul, transportam praticamente tudo o que se equilibre em cima do depósito, e fazem um som metálico pautado a dois tempos.

5 comentários:

josé louro disse...

Excelente.

ze bird disse...

é muito à frente.. o meu amigo vai muito à frente.

PMBC disse...

Tive vários destes exemplares. Uma das quais era mesmo uma "Casal". Nessa altura fazia 100km por dia... Agora faz-me saudades.

hfm disse...

Gostei muito do que aqui vim encontrar. Belo traço.

adam disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is